Experiências da vida real

5 lições que eu aprendi no meu primeiro trabalho — e que ainda se aplicam hoje

Pense na primeira vez que você andou de bicicleta, no seu primeiro dia na escola ou na sua primeira viagem internacional sozinho. Você já pode ter uma ideia de onde eu quero chegar — a primeira vez que você faz qualquer coisa costuma ser difícil.

Embora podemos ter uma ideia de como essas experiências se revelarão, elas tendem a ser completamente diferentes quando realmente a enfrentamos.

Para mim, o meu primeiro trabalho em tempo integral foi aquele que abriu os meus olhos ao mundo que me rodeava e também me fez enxergar quais eram os traços que eu possuía como profissional.

Ainda no final da faculdade, eu fui contratada, sem ter ideia se eu estava indo pelo caminho certo. Com essa experiência, eu aprendi pelo menos cinco lições que ainda se aplicam nos dias de hoje.

1. Esse não será o trabalho dos seus sonhos

Quando você ingressa em seu primeiro trabalho formal é bem provável que você ainda nem saiba do que se trata o trabalho dos seus sonhos.

Por outro lado, você pode ter uma ideia bem clara em sua mente de como você deseja contribuir por meio do seu talento, enquanto o seu primeiro trabalho não te oferece essa oportunidade.

Ambos cenários podem ser frustrantes, mas são parte do processo. Seu primeiro trabalho, mesmo que não seja a realização de um sonho, pode ser um passo relevante na sua carreira.

O meu primeiro trabalho formal em uma agência de publicidade era realmente como um sonho. Mas, todo aquele encanto durou apenas algumas semanas. Logo, eu tive que lidar com o fato de que as maiores realizações da vida não acontecem do dia para a noite.

Como parte de uma geração movida pela gratificação instantânea, me pareceu difícil entender que a minha realização profissional estava muito distante naquele momento.

Com o tempo, eu reconheci que aquele trabalho me desafiou de maneira extraordinária, me mostrou para onde eu queria ir a partir daí, e isso foi o bastante para fazer com que aquela experiência tivesse valido a pena.

[RELACIONADO] 6 coisas que você deveria saber antes de ingressar no mercado de trabalho

2. Tomar a iniciativa faz toda a diferença

Photo by Jeff Sheldon on Unsplash

Fazer o seu trabalho em tempo hábil é bom, mas fazer mais do que o que te pedem é o que irá diferenciá-lo dos demais. Mesmo que esse não seja o trabalho dos seus sonhos, demonstre de todas as maneiras possíveis que você está aí parar contribuir.

Para mim, fazer mais do que era pedido me ajudou na formação de habilidades práticas que foram bem aproveitadas em trabalhos posteriores. Isso também me rendou boas recomendações vindas dos meus superiores no momento de abraçar novas oportunidades.

Quanto mais esforço você colocar em aprender tudo o que puder, mais habilidades você pode adquirir para se tornar um candidato competitivo para o seu próximo cargo, dentro ou fora da mesma empresa.

De repente, você pode descobrir novos interesses ao manter a mente aberta e a sua agenda de trabalho ocupada.

3. O seu autocuidado deve ser priorizado

Eu sei — você é jovem e pode fazer o que quiser.

Mesmo com essa mentalidade e trabalhando 40 horas por semana, eu não conseguia encontrar a melhor versão de mim para ser produtiva com apenas três horas de sono.

Foi desanimador ter que recusar jantares noturnos com meus melhores amigos nos dias de semana, e foi ainda mais difícil aceitar que eu estava perdendo algumas das minhas amizades.

Ao ter menos tempo para você, é natural se tornar seletivo no que e em como você gasta o seu tempo.

Priorize a quantidade de horas que você precisa para dormir, a fim de não sentir-se miserável no dia seguinte. Esteja cercado de pessoas que trazem o melhor em você, e não se sinta culpado em dizer “não” quando seja necessário.

Afinal, se você não começar a cuidar da mente e do corpo que você tem, quem vai?

[RELACIONADO] 9 sinais de que você está no caminho para o desgaste em seu trabalho

4. Nem todos os seus colegas serão seus amigos

Photo by Climate KIC on Unsplash

Nós tendemos a orgulhar-nos da nossa capacidade de construir relacionamentos com os outros e parecemos esquecer que há outra habilidade igualmente importante — a facilidade com que nos ajustamos quando não nos relacionamos.

A verdade é que você não será a pessoa preferida de todos e nem todos terão você como tal.

Como uma pessoa naturalmente amigável, esta lição foi uma tarefa especialmente difícil para mim — e a minha única solução foi aceitá-la.

Em vez de tentar “provar” a si mesmo ou “consertar” a situação, é importante reconhecer que você não pode forçar as pessoas a sentirem-se de uma certa maneira em relação a você.

Poupe-se do estresse de fazer isso e apenas seja cordial com todos. Ao dar menos atenção à situação, você dará uma chance à sua mente — e a sua carga de trabalho terá a atenção que merece.

5. Nem tudo vai acontecer dentro dos seus planos

Se você é como eu, já teve um caminho de carreira pavimentado em sua mente, com marcos que você gostaria de atingir em certa idade.

No entanto, essa teoria rapidamente desapareceu junto com os meus planos quando eu percebi que a forma que eu pensava que a minha carreira estava tomando realmente fugia de tudo o que eu planejei inicialmente.

A vida é imprevisível e, às vezes, a melhor coisa que podemos fazer é estar atentos aos nossos sentimentos e nos arriscar, especialmente quando você descobrir que o seu trabalho não é o mesmo que você planejou para si.

Que outras lições você aprendeu em seu primeiro trabalho formal? Comente logo abaixo!

Deixe um comentário