Mais vida familiar

6 formas de celebrar o Natal com famílias em diferentes países

Mesmo que você não seja cristão, ao visitar qualquer país latino, você sentirá que o tempo que antecede o Natal é uma das épocas mais importantes do ano. Quer dizer que, tanto no Brasil, a minha nação, ou no Peru, o país que me acolheu nos últimos anos, a época natalina é um dos momentos mais especiais do ano.

Eu cresci comemorando o Natal com a minha família no Brasil e, depois de dois anos vivendo no Peru, descobri que ainda poderia me reunir com a minha família nesse feriado.

Se a sua família também não estiver por perto e você possui uma saudosa lembrança das celebrações de Natal, aqui estão algumas maneiras para celebrar.

1. Entre no clima natalino onde quer que você esteja

Com uma maior influência da América do Norte e da Europa, é comum esperar que o Papai Noel deixe presentes em torno de uma árvore natalina. Isso era comum no Brasil, tanto quanto está se tornando mais comum no Peru.

[RELACIONADO] Papai Noel não existe — como dizer isso a seus filhos o quanto antes

O que é um pouco diferente por aqui são os presépios.

Conhecidos como retablos, esses geralmente são uma forma de arte popular, com pinturas e esculturas de madeira, simbolizando eventos religiosos.

Os retablos são particularmente relevantes no Peru, pois foi uma pequena ferramenta usada pelos sacerdotes, que, inicialmente, tentavam converter a população indígena ao catolicismo.

Claro que esses mini-altares também podem retratar a cena da manjedoura — assim como os tradicionais presépios que conhecemos no Brasil — mas, se você observar bem, verá que, em vez de vacas e ovelhas, os animais na maioria dos presépios peruanos são, na verdade, lhamas e alpacas.

Retablos peruanos

2. Aceite o convite para comemorar com a família local

Quando você está em uma nova cultura, é natural sentir que as festividades não serão as mesmas que você costumava celebrar com a sua família de origem.

Nas primeiras poucas vezes que eu recebi convites para celebrar com a minha nova família no Peru, eu me preocupava que seria tratada de forma diferente.

A verdade é que as pessoas vão convidá-lo, porque elas te querem bem e o consideram como família. Aqui está a prova disso: a minha família peruana é uma entre as mais amorosas que eu já conheci.

Eu serei sempre grata por ter pessoas queridas com quem eu possa celebrar.

Natal em família no Peru

3. Conecte-se com os outras pessoas que estão longe de casa

Você provavelmente não é a única pessoa em seu círculo de amigos vivendo longe da sua família de origem.

Tome a iniciativa e convide os seus amigos mais próximos para celebrarem com você.

De quebra, compartilhar um momento tão especial com pessoas que você conheceu há poucos meses pode ajudá-lo a fortalecer essas amizades.

[RELACIONADO] Como ficam as amizades depois dos 20 e poucos anos de idade

4. Conecte-se com a sua própria família como puder

Às vezes, tudo o que queremos é estar com a nossa família de origem, mesmo que já temos outros planos para celebrar o Natal.

Independentemente dos outros planos que você faça, você ainda pode conectar-se com a sua família por meio de uma chamada de vídeo ou outra ferramenta online. Você pode conectar uma câmera na mesa de jantar e conversar com os seus entes queridos como você normalmente faria pessoalmente.

Claro que você vai perder os abraços e o bolo de banana da sua mãe, mas você ainda conseguirá ver os rostos dos seus irmãos e brincar com os seus sobrinhos.

Os Natais longe de casa são difíceis, eu sei. Mas, quando você se permite conectar-se com pessoas novas e encontrar uma maneira de celebrar, você verá que deve ser grato pelo que você tem, em vez de se lastimar sobre o que você sente falta.

[RELACIONADO] É possível arrepender-se de viver fora?

5. Desfrute de uma nova tradição natalina

Enquanto alguns aspectos nas celebrações natalinas no Peru se assemelham às da Europa e da América do Norte, existem algumas tradições que refletem a história dessa nação e fazem deste um lugar incrível para estar durante o Natal.

No Brasil, eu costumava celebrar o Natal em família no 25 de dezembro. No Peru, celebramos na véspera natalina. De qualquer maneira, para os mais religiosos, visitar a igreja é um aspecto extremamente importante.

Missa de Natal no Peru

No Peru, as famílias retornam da missa na véspera natalina para brindar o nascimento de Jesus com vinho, espumante e outras bebidas (Inka Kola, chicha morada, etc). A comemoração segue com a ceia e a troca de presentes.

6. Torne a ceia natalina memorável

Em todo o mundo, a ceia desempenha um papel importante nas celebrações natalinas.

No Peru não seria diferente. Após a missa, é comum que as famílias desfrutem de um jantar com o tradicional peru assado, uma variedade de saladas e outros pratos, incluindo molho de maçã.

Como os tamales à base de massa de milho na mesa, a maior parte da ceia peruana é bem “rica”, como dizem os locais, com o molho de “ají” sempre presente.

Enquanto os adultos brindam o evento com champanhe, as crianças bebem chocolate quente, que tem um delicioso toque de cravo e canela. Para a sobremesa, como no Brasil, também é comum comer panetones e chocolates.

Ainda depois do jantar, muitos seguem para as ruas para cumprimentar amigos e vizinhos e continuar as comemorações. Embora seja tecnicamente ilegal, os fogos de artifício são abundantes e podem ser vistos durante toda a noite.

Depois que as crianças abrem seus presentes, é hora de deitrem-se. Para os os adultos, no entanto, a celebração segue, quando empurram o mobiliário da casa e colocam seus sapatos de dança para seguirem celebrando até o amanhecer de 25 de dezembro.

Mesmo se você não é religioso, é difícil não ficar preso na beleza do Natal peruano.

E, mesmo que você esteja longe da família de origem no Natal, assim como eu estarei neste ano, esse continuará sendo uma momento que vale celebrar.

Como você planeja celebrar o Natal neste ano? Suas recomendações serão bem-vindas nos comentários!

Deixe um comentário