Mais vida familiar

6 maneiras em que a vida de casados é diferente do que nos dizem que seria

Quando você está com alguém por algum tempo, as pessoas gostam de dar conselhos para te “prevenir” das “realidades” da vida conjugal. Ouvimos conselhos sobre como lidar com as finanças, como lidar com argumentos e como planejar o futuro a dois. Mas, depois do casamento, caímos na verdadeira realidade.

Posso pensar em 6 coisas que as pessoas diziam sobre o casamento que não acabou sendo como me diziam que seria.

Aqui estão elas:

1. Você é jovem demais para se casar

Muitos dos meus amigos millennials me questionaram sobre me casar tão cedo. Muitos deles estavam começando suas carreiras, namorando casualmente e fazendo tudo o que quisessem por conta própria.

Por outro lado, eu cresci sempre sendo a mais nova na minha classe, então algumas coisas aconteceram um pouco mais cedo na minha vida. Eu obtive o meu primeiro emprego aos 13 anos de idade; me formei no ensino médio aos 16 e na faculdade aos 19.

Quando eu me comprometi aos 24 anos, eu já havia terminado uma pós-graduação e tido três experiências de intercâmbio internacional. Ao mesmo tempo, eu já estava no mercado de trabalho há uma década e me sentia adulta para qualquer decisão.

Naquele mesmo ano, eu havia sido promovida duas vezes e assumido uma função de liderança em uma empresa no Brasil.

Podem me chamar de “intitulada”, a questão é que eu me sentia igualmente independente em termos financeiros.

Agora, aos 26 anos, eu acho que o casamento foi uma das melhores decisões da minha vida. Como resultado eu me tornei mãe, o que está sendo uma das maiores aventuras.

Por mais cliché que pareça, casar e construir uma família me deu um senso maior de equilíbrio entre vida e trabalho, e agora eu valorizo ainda mais cada minuto do meu tempo.

Vocês só precisam fazer isso quando for o momento certo para vocês.

Penso que é difícil para as pessoas entenderem, mas a “idade certa” para se casar é diferente para todos.

2. É melhor você se casar logo ou vai ficar para titio(a)

Sim, esse conselho que estamos cansados de ouvir literalmente se contradiz com o primeiro. Fica claro que as opiniões das outras pessoas podem ser demasiadamente onerosas às vezes.

Geralmente, as pessoas com mais de 40 anos são as que vêm com essa opinião. Elas não conseguiam entender por que eu não estava preparada para me envolver e por que a minha carreira era minha prioridade antes de conhecer o meu marido.

Meu marido teve uma experiência semelhante. As pessoas sempre perguntaram a ele quando ele iria encontrar alguém que o acompanhasse nas experiências de trabalho internacional que ele esteve se envolvendo nos últimos nove anos.

A maioria dos adultos não conseguia entender as nossas prioridades.

Antes mesmo de nos conhecermos, eu e meu marido compartilhávamos a opinião de que um casamento não significava apenas lindas experiências, mas também uma troca: abrir mão de tantas outras escolhas em prol de um compromisso sério.

Honestamente, antes de conhecer o meu marido, eu achei que nunca casaria.

Agora, eu percebi que precisava daquele tempo para aprender mais sobre mim, para construir uma vida com a qual eu pudesse me orgulhar, antes que eu pudesse ser tudo o que eu precisava ser para outra pessoa.

3. Ter um marido é como cuidar de uma criança

Eu constantemente ouviria isso e me preocuparia: “Ah, não! Será que ele será um completo preguiçoso e deixará uma enorme bagunça para mim limpar?” “Ele vai esperar que eu faça o almoço e lave a louça sozinha todos os dias?”

[RELACIONADO] Por que você vai casar com a pessoa errada e como evitar o pior

Nada disso está perto da verdade. Vivemos em uma casa realmente em ordem, graças ao apoio que o meu marido me dá em todas as tarefas do lar que ele puder me apoiar (eu falo dessa maneira, porque me sinto a principal responsável por esses afazeres, já que eu trabalho desde casa e ele frequentemente viaja ou passa a maior parte do dia fora de casa).

Se não bastasse, as tarefas são muito mais divertidas quando você tem alguém para ajudá-lo, e dividir um delicioso jantar com você quando terminar o trabalho.

Então, meninas: vocês NÃO precisam cozinhar todas as refeições, limpar a casa e cuidar do seu marido (a menos que, naturalmente, você queira fazer isso).

Compartilhem as responsabilidades do lar como vocês prefiram.

A maioria dos maridos não espera isso e ficam felizes em ajudar. Alguns deles, até costumam levar o café na cama para suas esposas. #ficaadica

4. Uma vez que se casar, você nunca mais terá sexo

Eu nunca ouvi isso, mas o meu marido ouvia o tempo todo. Deve ser mais um papo de homens!

Deixe-me te contar um segredo: pessoas casadas também fazem sexo! Sim, um com o outro! E é ótimo porque vocês criam um nível  de intimidade que nenhum outro pega-pega poderia estabelecer.

Além disso, pode ser a experiência mais completa de amor que você já teve na vida.

5. Esperar até que o casamento aconteça é má ideia

Não posso contar quantas vezes eu ouvi esse conselho.

As pessoas estavam constantemente me perguntando: “como você sabe que pode viver com ele?” Ou “como você sabe que não vai se decepcionar depois de casarem?”

Honestamente, eu não sabia e não estava interessada em ter nenhuma certeza antes de casar. Afinal, o que nos uniu em primeiro lugar foi o mistério do desconhecido, já que casamos depois de três meses da primeira vez que conversamos.

Além disso, há muitos casais que esperar tempo demais para viver juntos ou tomar qualquer decisão sobre como prosseguir com a união e acabam se divorciando.

6. O casamento dará trabalho será extremamente difícil

Eu hesito antes de dizer que isso é completamente falso. Não fui casada há tanto tempo e não quero ser ingênua.

Tenho certeza que ao longo de nossas vidas, haverá muitas provações que tornarão o casamento mais difícil e teremos que trabalhar nisso, mas por enquanto não está sendo da maneira que nos diziam.

Eu reconheço que a taxa de divórcio é de 50% em muitos países e que os conselhos que ouvimos antes mesmo de casar torna a decisão ainda mais difícil.

Minha vida foi divertida e fácil antes do casamento e eu não queria que de repente se tornasse do contrário, onde eu tinha que voltar para casa de um trabalho e ainda ter que trabalhar nela ou ouvir reclamações em vez de desfrutar do meu tempo no final do dia.

Eu ficava um tanto assustada quando ouvia esses conselhos, mas o meu casamento não chegou a esse ponto. Quando passo um dia fora, eu adoro voltar para casa.

[RELACIONADO] Como fica o casamento depois da maternidade

Descobrir que há mais contas para pagar é estressante, mas ter alguém para trazer um pote de sorvete quando você começa a ficar sobrecarregado é reconfortante.

Eu e meu marido somos opostos de muitas formas e isso pode causar fricção às vezes, mas nossas discussões e debates acalorados realmente nos fazem melhorar como pessoas.

Mais um clichê: os opostos se atraem

Do mesmo modo, novos casais não devem ter medo de se casar! O casamento pode sim ser uma ótima decisão e a sociedade deve deixar de fazê-lo parecer tão ruim.

Você nem sempre pode ouvir o que as pessoas dizem. O casamento é diferente para todos e pode ser uma coisa muito bonita.

O que você achou diferente no casamento do que esperava? Gostaria de ouvir de alguns casais que estiveram juntos mais do que meus meus três primeiros anos.

2 comentários

Deixe um comentário