Estilo de vida Maternidade

6 passos para criar um quarto infantil com estilo montessoriano

Eu estou trabalhando para otimizar o pequeno espaço do quarto da minha filha. O que antes consistia em um lugar para que ela dormisse e armazenasse a montanha de jogos e brinquedos que foram acumulados ao longo dos seus dois anos de sua vida, agora está se tornando um ambiente de desenvolvimento intelectual e cognitivo sem precedentes.

Foi um pouco assustador no começo, mas logo eu percebi que esse trabalho vai servir para atender as verdadeiras necessidades de desenvolvimento da minha filha.

Claro, as necessidades de qualquer criança são muito diferentes das de um bebê e eu reconheço que ela precisa de um espaço que promova a sua própria independência.

Enquanto, eu ainda estava à procura de alguma inspiração para me ajudar a fazer as mudanças necessárias no quando da minha filha para dar a ela essa independência, eu me deparei com quartos para de estilo Montessori.

No começo, eu me surpreendi, porque nunca havia um berço à vista, mas logo eu aprendi sobre o raciocínio por atrás disto, eu embarquei na ideia e queria experimentar o quarto de estilo Montessori o quanto antes.

Agora, antes que eu vá mais além “o que é o estilo Montessori?”, você deve estar se perguntando. É um espaço onde tudo está dentro do alcance de uma criança, projetado para atender e promover seu crescimento pessoal.

Como Maria Montessori, a fundadora dessa ideologia, disse: “Devemos dar à criança um ambiente que ela possa usar sozinha: uma mesa com gavetas que ela possa abrir; objetos que ele possa operar; uma cama onde ela possa descansar. Devemos dar-lhe um ambiente em que ela possa viver e brincar, então vamos vê-la trabalhar o dia todo com as mãos e esperar com paciência para que ela se deite na própria cama no final do dia”.

Confira as fotos abaixo para ver como tudo está ficando (até agora) e aprenda sobre alguns dos passos que tomei para que isso aconteça.

1. Coloque a segurança em primeiro lugar

A segurança é absolutamente essencial em qualquer espaço infantil. Com o estilo Montessori, o quarto da criança deve ser configurado sem excesso de brinquedos, móveis volumosos e desordem geral. Deve ser um ambiente simples que funcione para a criança. Vamos concordar que um espaço desordenado envolve menos riscos. Certo?

Coloque a segurança em primeiro lugar

Um exemplo de rotina que o estilo Montessori valoriza é o fato de trocar fraldas no chão, em vez de fazer o mesmo sobre um trocador. Isso, por si só, evita o risco de quedas, além de incentivar que a criança, eventualmente, aprenda a ajudar-se neste processo.

2. Faça a transição do berço para a cama

Os berços restringem o movimento e deixam as crianças dependentes de seus pais. Os pais devem decidir até quando seus filhos devem dormir e quando eles devem acordar — uma decisão que, de acordo com os princípios de Montessori, deve ser da criança.

Faça a transição do berço para a cama

Embora as práticas de sono sejam imperdíveis durante o primeiro ano do bebê, uma cama de fácil acesso é uma maneira segura e fácil de dar a sua criança autonomia sobre o instinto corporal básico para dormir. Basta colocar o colchão do seu filho no chão, ou investir em uma cama no mesmo nível para a criança.

3. Mantenha tudo ao alcance das crianças

O mundo pode ser um lugar bastante intimidante quando você tem apenas 80cm de altura. Enquanto isso, subir em móveis que sejam seguros para isso não só reduz a ansiedade, mas também promove a capacidade de explorar e interagir com seu ambiente.

Mantenha tudo ao alcance das crianças 

Opte por móveis desenhados especialmente para crianças, sempre que possível. Uma mesa e cadeiras pequenas se tornam um excelente espaço para brincadeiras; enquanto um assento acolhedor é o lugar perfeito para engajar-se com um livro ilustrado.

Se gosta de expor arte, coloque tudo no nível dos olhos da criança, onde ela possa apreciá-la. (Para evitar acidentes, use molduras de parafusos e outros itens decorativos diretamente na parede em vez de pendurá-los.)

Ao mostrar um tipo de brinquedo em cada prateleira, a criança tem opções para brincar. Esta configuração alivia o excesso de estimulação e também torna a limpeza super-fácil. Tente colocar algumas cestas de livros pelo quarto. Isso permite acesso fácil para que as crianças escolham seus favoritos por conta própria.

4. Estabeleça um espaço para armazenamento

Por mais que algumas mobilias sejam removidas do quarto de uma criança, ainda é preciso algum lugar para manter suas roupas. Algumas peças podem ser expostas, para que as crianças possam aprender a trocar suas vestimentas sozinhas, enquanto outras peças devem ser armazenadas para evitar excesso de objetos espalhados pelo quarto.

Estabeleça um espaço para armazenamento

Considere a substituição de gavetas grandes e pesadas por pequenos compartimentos instale um trilho inferior no armário, para que seu filho da criança possa ajudar a escolher suas próprias roupas. Os ganchos de parede também são uma ótima escolha.

5. Mantenha a decoração simples

Cores primárias de alto contraste podem ser boas para o desenvolvimento, mas quando se trata do quarto de uma criança, esses elementos são melhor deixados para fora.

Mantenha a decoração simples

O quarto deve ser um lugar relaxante. Pense em cores neutras e tons suaves, como aqua ou verde, e tenha cuidado ao introduzir elementos padronizados. Mantenha a confusão ao mínimo e escolha os acessórios que dobram, como um ábaco de madeira ou um conjunto de anéis empilhados esculpidos à mão.

6. Incentive brincadeiras independentes

Deve ser difícil ser uma pessoa pequena em um mundo adulto. É por isso que eu queria me certificar de incluir um pequeno espaço de trabalho que atende ao tamanho da minha filha. Simplesmente adicionando uma pequena mesa e cadeira, ela agora tem um lugar para sentar-se enquanto explora o mundo através de seus livros.

Incentive brincadeiras independentes

Crianças devem ter acesso a brinquedos interessantes e educacionais, mas tenha cuidado para não exagerar. Muitos brinquedos podem ser excessivamente estimulantes, e uma criança que não tem certeza do que brincar, com frequência, acaba não brincando.

Em vez de preencher prateleiras e cestas com brinquedos e livros, tente organizar um punhado dos brinquedos favoritos de seu filho em várias estações temáticas.

Invista em prateleiras baixas e resistentes que funcionem como superfícies para brincar, além de servir para exibir livros onde sua criança pode vê-los.

Certifique-se de mudar a seleção de brinquedos e livros regularmente, de modo que sempre haja algo novo para capturar a imaginação do seu filho. Espelhos e outras experiências sensoriais também são uma ótima maneira de manter seu filho entretido.

O que mais você poderia adicionar a esse guia? Fale sobre as suas experiencias estabelecendo um quarto para seus filhos nos comentários.

Imagens: cortesia de Pinterest.

Deixe um comentário