Mais simplicidade

7 itens que você pode eliminar do seu roupeiro neste ano

Se você é como a maioria das pessoas que eu conheço, eu suponho que você tenha um roupeiro cheio de coisas que você não usou em cinco anos. Eu mesma compro novos itens de vez em quando, mas, de tempos em tempos, faço questão de encher uma bolsa de itens para doação — assim, eu ganho muito mais do que estou doando.

[RELACIONADO] Roupeiro minimalista — o passo a passo para vestir com menos

Se você também está prestes a fazer uma boa ação enquanto deixa espaço para o que importa no seu roupeiro, aqui estão sete coisas que você definitivamente pode eliminar neste ano.

1. A mesma camisa em 4 cores diferentes

Sim, eu também sou de uma era em que, se você gostasse do modelo de uma camisa, você deveria comprá-la em quatro cores. Agora, seja honesto, você realmente precisa desse tipo de opções?

Photo by Sarah Dorweiler on Unsplash

Se você tiver peças duplicadas, puxe-as para fora do seu roupeiro, coloque uma do lado da outra, e você rapidamente verá que usa apenas uma delas de forma consistente.

Suponhamos que há uma quantidade razoável de opções para vestir no seu roupeiro, para quê seguir limitando-se à mesma camisa listrada pelos cinco dias da semana?

2. A roupa que você amava, mas agora está abandonada na parte de trás do seu armário

Eu confesso que a cada dois meses eu passo por um tipo de “crise” e começo a odiar a roupa que eu amava a pouco tempo atrás. O vestido ou o casaco que eu usava três vezes por semana agora está acumulando poeira no fundo do roupeiro.

Photo by Alexandra Gorn on Unsplash

Todos passamos por mudanças de estilo e quando você já não está interessado em alguma peça é hora de deixá-la ir.

3. Sutiãs usados que mal fazem a sua função

Eu não estou falando que você deve se desfazer daquele seu sutiã de renda delicada que ainda pode ser usado em ocasiões especiais. Eu estou falando sobre aquele que está esticado ou daquele outro que você comprou numa promoção há dois anos e que já nem parece um sutiã.

Não tenho certeza por que as mulheres têm tanta dificuldade em nos desfazer de sutiãs usados, mas eu acho que deve ser porque ficamos constrangidas em destiná-los para doação.

Eu desenvolvi o hábito de ter apenas de dois a três sutiãs. Quando os mesmos estiverem em seu estágio final de vida, jogo-os fora e compro novos.

Você também pode aumentar drasticamente a vida do seu sutiã com alguns cuidados adequados. Aqui estão algumas dicas:

  • Não dobre seus sutiãs para economizar espaço de armazenamento, pois isso pode deformá-los ao longo do tempo;
  • Lave sempre com água morna e enxágue com água fria. A água quente também pode deformar seu sutiã;
  • NUNCA coloque seu sutiã na secadora de roupas. Sempre pendure para secar; e
  • Compre sutiãs que se encaixem nos últimos ganchos. Enquanto ele pode se alongar naturalmente ao longo do tempo, você pode passar a usar ganchos mais apertados para manter o mesmo ajuste.

Vamos à próxima categoria.

4. Todas essas camisetas, chapéus e sacolas de brinde

Ao longo do tempo, podemos construir facilmente uma coleção de camisas, malas e chapéus aleatórios, cobertos por logotipos de festivais e propagandas variadas.

Photo by Brooke Cagle on Unsplash

Ao passar por alguma dessas peças, pergunte-se: por que você não a usou e você realmente a usará?

Claro que pode parecer bom ter uma série de opções de chapéus para uma aventura inesperada, mas, ao doar o que você não precisa, você abrirá espaço no seu armário para ver o que você tem e o que realmente vai ser usado.

4. Roupa muito pequena ou muito grande

Todos já passamos por uma experiência destas: suportar um largo dia vestindo um suéter caro que encolheu na secadora; segurar as calças que estão caindo, depois que perdemos outros cinco quilos; ou repetir aquele vestido que não fica bem sempre que vamos visitar a nossa tia, apenas porque foi um presente que ela nos deu com tanto amor.

Acontece que ao fazer isso você está fazendo uma dessas coisas: acreditando que você voltará aos 18 anos de idade para vestir o mesmo suéter; esperando que você vai ganhar de volta aqueles cinco quilos; ou deixando a sua tia pensar que está na hora de comprar um vestido novo para você. A menos que você queira essas coisas, é hora de dizer adeus!

Eu sei que pode parecer difícil desfazer-se de peças que lhe custaram muito dinheiro, mas é importante ser realista e ter em mente o tipo de roupeiro que você deseja — qualidade versus quantidade.

Veja essas peças e pergunte-se o que as torna especiais para valer a pena manter? Você conseguiria adaptá-las para servir corretamente? Você poderia revendê-las online?

6. Qualquer coisa que você não tenha usado em 6 meses

Eu entendo que essa é uma questão difícil por causa das mudanças de estação do ano. Talvez você simplesmente não tenha tido a chance de usar aqueles vestidos floridos porque você ficou usando os seus pretinhos básicos por meses.

Sobre o que eu estou falando é daquela linda blusa de seda que você comprou no ano passado e que você ainda não usou. Enfrente a verdade: você provavelmente não vai usá-la nunca.

Photo by Ilya Ilyukhin on Unsplash

Se você ainda está lutando para decidir o que manter, olhe para cada peça e faça estas perguntas:

  • Isso valoriza a minha forma física?
  • Posso combinar bem com outras peças?
  • Ainda amo este estilo?
  • Ainda serve em mim?
  • Eu me sinto confortável vestindo isso?
  • Eu compraria novamente se eu visse isso na loja?
  • Por que eu nunca usei isso?
  • Estou disposta a consertar (caso esteja danificado)?

E isso nos leva à última categoria:

7. Qualquer coisa que você disse a si mesmo que enviaria para conserto, mas nunca fez

Se você teve uma peça danificada por mais de seis semanas e não conseguiu consertar, limpar, etc., é provável que isso nunca aconteça.

Não mantenha um vestido apenas porque foi feito para uma mulher mais alta e você pensou que o seu salto de 13 centímetros seria a solução.

Se você ama uma peça enquanto ainda estiver na loja, compre no tamanho certo. Algumas lojas podem fazer os ajustes de tamanho imediatamente para você.

Agora, se você possui um par de jeans que precisa ser remendado, leve-os ainda nesta semana para o concerto ou mande-os direto para doação. Ele, provavelmente, está apenas ocupando espaço.

[RELACIONADO] 6 passos fáceis para tornar a sua vida mais simples

Siga estas dicas e eu prometo que você ficará surpreso com o espaço que você tem em seu roupeiro. Depois volte aqui e me conte o que você sentiu fazendo isso!

2 comentários

  1. Te falar que às vezes dá vontade de doar meu guarda-roupa inteiro, viver só com um moletom e uma calça jeans/um short e ir começando do zero com o que bater vontade de ter depois disso! Booas dicas!

    1. Ah, como su compartilho desse seu desejo! Ao mesmo tempo, evito fazer isso pra não ter que voltar pro shopping e encher o meu roupeiro com o que eu chamo de “falta de opções”.

Deixe um comentário