Mais contribuição

7 razões que explicam por que ser demitido pode ser uma coisa boa

Ser despedido pode ser uma das melhores coisas que acontecem com você, se você tomar o tempo para realmente aprender com isso. Eu falo disso por experiência. E, se você foi demitido recentemente e está lendo isso agora, confie em mim, eu sei que você pode se sentir um pouco envergonhado. Quando eu fui demitida, foi um grande choque. Eu também não pude deixar de me sentir como se alguma coisa estivesse errada comigo.

Até então, eu sempre me considerei uma superestimadora. Sem me esforçar tanto, eu ia bem na escola e mandava muito bem em todas as entrevistas de emprego. Eu era confiante nas minhas habilidades para fazer o trabalho e nunca pensei que fosse acabar sendo demitida.

Mas, como isso aconteceu comigo, eu me orgulho em falar das lições aprendidas:

1. Você passa a se questionar: quem se importa com você, se você mesmo não se importa?

Bem, desde que eu era criança, eu sonhava em trabalhar para mim, sonhava em escrever e em ajudar os outros. Meus trabalhos só me permitiram ajudar os outros de uma forma muito pequena. Muito antes de eu ter demitida, eu sabia que precisava sair daquele emprego. Mas não fazia isso porque tinha medo de voltar a trabalhar em outro lugar com a mesma realidade e nunca ser capaz de reagir.

Historicamente, eu não desisto fácil do que eu quero. Mesmo que algo me cause mal, não costumo abandonar isso rapidamente. Então, embora eu soubesse que eu precisava sair, eu nunca conseguiria fazer isso.

Quando eu fui demitida pela primeira vez, entrei no próximo emprego porque gostei da rede de segurança de um salário fixo. Mas a segunda vez foi um despertador.

Eu precisava reconhecer o meu próprio problema. Eu precisava confiar em mim mesma.

Uma semana depois de eu ter sido demitida, recebi um telefonema de um ex colega que me ofereceu um emprego. Eu sabia que não poderia voltar para o mesmo do mesmo. Eu sabia que eu devia ter aprendido algo com estas últimas experiências.

[RELACIONADO] Por que eu desisti de procurar trabalho

Passei dois meses reconectando-me comigo mesma. Fazendo meditações diárias, passando o dia inteiro na natureza, cozinhando, praticando yoga e caminhadas, e lendo muito (porque eu ainda era eu). Eu me senti voltar à vida durante esse tempo e isso é quando meu negócio surgiu.

[RELACIONADO] O começo e a minha missão

2. Ser demitido não é o fim do mundo

Quando fui demitida pela primeira vez, eu não queria contar a ninguém.

Embora logicamente eu soubesse que era uma situação ruim e eu estava tentando me esforçar para desistir, me senti completamente envergonhada.

A realidade é que há um grande estigma sobre ser demitido na nossa sociedade, mesmo que a maioria das pessoas seja demitida pelo menos uma vez em sua vida. Mas eu sempre vejo as pessoas dizerem rapidamente: “Não fui demitido, fui desligado”, ou “bem, eu não fui demitido…” com olhos encharcados em lágrimas, quando eles acreditam que isso nunca aconteceria com eles. Não importa, qual seja a resposta, eu percebo que há vergonha em ser demitido.

Bem, adivinhe? Ser demitido não é o fim do mundo. É o começo.

Gold Lion Pub-2.png

Você sabe quem mais foi demitido? Oprah, Michael Bloomberg, Mark Cuban, Steve Jobs, Anna Wintour, JK Rowling! Sério, se olharmos bem tantas pessoas que foram demitidas, apenas foram capazes de fazer o que fizeram depois que isso aconteceu.

3. Você encontrará um trabalho melhor

Quer se trate de um novo trabalho das 8:00 às 18:00, iniciando um frelancee, ou qualquer outra coisa, você encontrará um novo trabalho que melhor se adequa a você.

Se você não está tomando tempo para refletir e crescer a partir da sua demissão, pode demorar um pouco para encontrar esse trabalho. Isso pode ser porque você não tem mais um chefe louco, ou apenas porque aprendeu a trabalhar um pouco melhor com as pessoas. Independentemente disso, você pode encontrar um trabalho melhor.

4. O dinheiro virá de uma forma ou de outra

Obviamente, as finanças são um aspecto terrível de ser demitido. No entanto, você deve saber que pode reprogramar as finanças também. Confie em mim porque eu passei por isso e sobrevivi.

O meu caso: enquanto eu mantive um trabalho das 8:00 às 18:00 e ia para a faculdade na noite, eu trabalhava como garçonete nos finais de semana. Eu estava exausta a todo momento. E isso foi uma das razões que me levaram à demissão.

Aquele trabalho significava mais para mim do que as palavras jamais poderiam descrever durante aquela época na minha vida. Eu sabia que seria sempre uma segunda casa. Mas, depois de um tempo, eu aprendi que aquela despedida era necessária para que eu pudesse crescer. Enquanto isso, alguns trabalhos informais foram a minha rede de segurança financeira.

[RELACIONADO] 10 lições que eu aprendi aos 20 e poucos

Quando eu fui demitida, eu sabia que encontraria um emprego rapidamente em qualquer restaurante como garçonete, ou algo assim. Mas, você não precisa fazer o mesmo, se você for capaz de juntar algum dinheiro em um fundo de emergência.

[RELACIONADO] Qual é o preço da nossa liberdade

5. Não há motivos para ter medo

Você não é a primeira pessoa e nem a última pessoa que será despedida do seu trabalho. E, enquanto muitas pessoas desperdiçam sua energia em um trabalho que odeiam, todos parecem aterrorizados em perder esse trabalho que os mantém tão infelizes.

Se você parar para pensar nisto, não há nada a temer. Pior seria continuar vivendo uma vida miserável e desperdiçar o seu precioso tempo neste planeta. O seu tempo é curto demais para ter medo de ser demitido. Se isso acontecer, há um motivo e você tem que abandonar a sua ira e encontrar essa razão para crescer.

[RELACIONADO] O que os erros do passado podem ensinar

6. Se você é infeliz, faça uma mudança

A maioria de nós está acostumado a ouvir o que deveríamos fazer, onde deveríamos estar e quem deveríamos nos tornar antes de chegar nos primeiros 30 anos de nossas vidas. Ouvimos dizer sobre o deveríamos estudar e até o que hobbies ou esportes são importantes para o nosso currículo.

Se você seguir estes conselhos, será fácil encontrar-se no caminho de outra pessoa e não perceber até que você esteja miserável no seu trabalho. Eu acho que é por isso que é perfeitamente normal ter uma crise de um quarto de vida.

Basta lembrar, está tudo bem fazer uma mudança se algo já não lhe serve!

7. É hora de crescer como uma erva daninha

Todo erro ou tropeço é uma oportunidade de aprender e crescer. Ninguém é perfeito. Sério, nenhuma pessoa que habita a face deste planeta é perfeita. Todo mundo cai, é como você se põe de volta e usa esse insight para crescer que o torna um vencedor.

Ser despedida foi uma das melhores coisas que aconteceu na minha vida porque eu vi nesta uma oportunidade de me reinventar. Eu tropecei em uma carreira que eu amo mais do que eu achei que fosse possível. Mas, hoje, eu tenho tempo e liberdade para criar o equilíbrio entre vida e trabalho. Eu tenho um negócio que me apoia. E eu posso seguir a minhas paixão pela melhoria e por ajudar outras pessoas a fazer o mesmo.

Deixe um comentário