Mais amigos reais

9 sinais de que você está perdendo uma amizade — e o que fazer sobre isso

Meu marido recentemente me pegou assistindo a um vídeo de casamento publicado no Facebook e prontamente me interrogou — “Quem é esse?”. — “Ah, era apenas uma velha amiga”, eu respondi. Na verdade, aquela foi, em algum momento, a minha melhor amiga.

O que aconteceu com a nossa amizade? Bem, nos distanciamos pelas circunstâncias da vida.

Embora as razões para nos distanciar faziam sentido em retrospectiva, eu me senti triste pensando nela.

Eu não acho que estou sozinha nesse sentimento. Todos lidamos com amizades que tomam uma volta diferente do esperado, e isso pode ser difícil de lidar. Honestamente, perder o fio de conexão com um amigo próximo pode ser mais doloroso do que o fim de um relacionamento amoroso.

Para ajudar a lidar com estes sentimentos, eu resolvi compilar aqui os nove sinais de que você está perdendo uma amizade e o que você pode fazer a respeito.

1. O único que vocês têm em comum é o passado

Eu tive amigos que, quando estavam reunidos, pareciam falar sobre apenas uma coisa: o passado.

Isso não é necessariamente ruim — eu mesma adoro uma boa sessão de nostalgia — mas fico estagnada se não houver novas memórias para reforçar as antigas.

Viver no passado pode ser divertido, mas, eventualmente, torna-se chato.

Concentre-se em amizades que podem ajudá-lo a evoluir, proporcionando novas experiências, em vez das que o mantém em determinado lugar ou tempo que já não volta mais.

2. O seu amigo está sempre muito ocupado

Você conhece aquele amigo que nunca responde a uma mensagem de texto, não retorna as suas chamadas telefônicas, ou está sempre “ocupado” quando você tenta fazer planos?

Eu te entendo.

Um dos princípios mais básicos de uma amizade envolve conversar um com o outro de vez em quando. Por outro lado, ter um amigo com quem você não pode contatar não é bom sinal.

Se esse amigo está passando por uma grande mudança na vida dele ou por momentos difíceis — um recente casamento, a chegada de um bebê, um divórcio, um novo emprego, etc — eu sugiro oferecer apoio e empatia.

Às vezes, é natural que seus amigos trabalhem por longas horas, a ponto de não terem tempo para responder a um telefonema. Mas, em algum momento eles te enviariam uma mensagem dizendo “ei, eu estou inundado esta semana com um projeto, não estou ignorando você!”

Photo by Gilles Lambert on Unsplash

Se esse tipo de resposta não acontece, é um sinal de que essa amizade está desmoronando. E que bom, porque então haverá espaço para amizades mais colaborativas.

3. Você é quem não tem interesse em se conectar

Em contraste, e se você for a pessoa que está evitando contato com seus amigos?

Seja honesto consigo mesmo e descubra por que você está fazendo isso.

Você gosta mesmo daquela pessoa? Você se preocupa em criar espaço em seu calendário ou diz “não” a cada vez que você recebe um convite para sair?

Parece duro, mas a amizade é, muitas vezes, uma questão de “ter que” versus “querer”.

Quando penso em meus verdadeiros amigos, não há senso de obrigação — eu realmente quero conversar e passar tempo com eles. Fico aborrecida quando isso não acontece e ansiosa para nos reencontrarmos o quanto antes.

Se uma pessoa é importante para você, você vai criar tempo para ela.

[RELACIONADO] O que fazer quando você percebe que ninguém se importa com você

4. Você constantemente o julga ou o critica

Somos todos culpados de julgar ou criticar bons amigos em um ponto ou outro.

Em uma amizade saudável, você está emocionalmente perto de outra pessoa, então é normal encontrar falhas em suas palavras ou ações de vez em quando. Mas quando uma amizade não funciona mais você pode notar que está reclamando sobre ela o. tempo. todo.

Admiro todos os meus amigos. Eu sei de todos os problemas que eles passam, mesmo quando eles me deixam louca ou fazem coisas que me me aborrecem. Eu também sei que, às vezes, eu faço exatamente o mesmo para eles e está tudo bem, desde que hajam limites para os julgamentos e críticas.

5. Você anseia por novos amigos

“Faça novos amigos, mas mantenha os velhos; um é prata, outro ouro”. Você precisa de ambos e nunca sabe onde, quando ou como um novo amigo pode aparecer.

A coisa mais consoladora sobre a perda de uma amizade é que isso abre espaço para outras conexões melhores.

Ums das minhas melhores amigas hoje é alguém que eu não conhecia há um ano atrás. Quão incrível é isso? Ela apareceu na minha vida por causa minha experiência de ser mãe, já que tínhamos isso em comum.

Não é que meus “velhos” amigos já não têm nada em comum comigo, mas devido a outras circunstâncias, eu realmente queria construir um novo grupo de amigos que entendesse a realidade do meu dia-a-dia e do dia dos nossos filhos.

[RELACIONADO] 6 desafios que millennials com filhos enfrentam para manter amizades

Qualquer coisa pode marcar o desejo por amizades diferentes. Talvez você esteja recém-solteiro e querendo mais saídas noturnas para conversar com pessoas interessantes; ou, talvez, você esteja cuidando de um parente doente e precise de pessoas que passaram por isso para te apoiar. Ainda, talvez você tenha sido demitido recentemente enquanto seus amigos acabam de ser promovidos.

Seja o que for, procure amizades que adicionem à sua vida ao invés de subtrair dela.

6. Você não é capaz de superar uma briga

Argumentos ou diferenças de opiniões são naturais em qualquer amizade, mas o que acontece quando você não consegue perdoar uma desavença com um amigo?

Duas coisas — ou você encontra uma maneira de resolver o problema ou a amizade termina.

Ironicamente, o conflito pode fortalecer amizades, se ambas as partes estiverem dispostas a perdoar.

Claro, isso depende da natureza da questão. Por exemplo, é mais fácil consertar a falta de comunicação sobre os planos para um jantar do que, digamos, superar a divisão entre diferentes pontos de vista políticos.

Se você quiser resolver um conflito assim, tente. Mas, se você não se sente inclinado a tentar tanto, siga em frente.

7. Você não se sente apoiado, nem o apoia

Bons amigos são aqueles que permanecem unidos durante os altos e baixos da vida. Claro, é divertido celebrar as vitórias dos outros, mas é fundamental apoiar nos momentos difíceis também.

As amizades não podem existir em uma dieta constante de champanhe e sorrisos — até podem, mas não são verdadeiras ou sustentáveis ​​dessa forma.

Pior ainda é quando você faz um grande esforço intencional para apoiar amigos que não reconhecem o seu favor.

Amigos verdadeiros apoiam uns ao outros e se comunicam sobre o que precisam para sentirem-se apoiados.

8. Você acaba ficando sem ter o que falar

Algumas amizades começam a se dissipar lentamente e o primeiro sinal é quando você nem tem o que dizer.

Quando as conversas não saem de assuntos triviais, você precisa decidir se aquele é realmente o tipo de pessoa que você deseja cercar-se.

Photo by Mike Erskine on Unsplash

Eu me desliguei de pessoas com quem eu sentia que não havia nenhuma química nas conversas.

Se você não pode conversar um com o outro, então as chances são altas de que você não vai gostar de passar mais tempo juntos. Sem esse interesse genuíno em ouvir e em abrir-se para o outro, você não pode chamar isso de amizade.

9. Vocês estão em diferentes estágios em suas vidas

Para mim, o tipo mais amargo de superação de uma amizade ocorre quando duas pessoas estão em estágios de vida totalmente diferentes.

Quer alguns exemplos?

Você está passando por uma ruptura de um relacionamento e seu amigo acaba de se casar; você está viajando pelo mundo e seu amigo ama a vida dele em uma pequena cidade; você está grávida, enquanto a sua amiga está lutando com a infertilidade; você está se tornando politicamente ativo e seu amigo se sente mais confortável mantendo silêncio; você tem um trabalho freelance e uma criança pequena em casa, enquanto o seu amigo está escalando a escada corporativa; você tem a carteira vazia e seu amigo ganhou um bônus enorme no trabalho.

É bom sentir como se estivesse na mesma página do seu amigo, e quando um ou ambos começam a se afastar, pode ser desorientador, triste e confuso.

As amizades podem desaparecer, mas elas sempre atendem a sua finalidade, o que significa que você pode usar o que aprendeu e se candidatar a outras relações em sua vida.

[RELACIONADO] Como ficam as amizades depois dos 20 anos de idade

Você já perdeu uma grande amizade? Como lidou com isso? 

Deixe um comentário