Mais bem-estar

Antes de desistir, leia isso

Como muitas pessoas, eu já senti o desejo de desistir — não uma, mas incontáveis vezes. É fácil chegar a esse ponto, quando parece que o tempo investido em algo foi completamente perdido e a frustração recorrente pode ser mesmo avassaladora.

Um ciclo que se inicia com excitação, entusiasmo e criatividade pode ser seguido pelo desespero, desânimo e um desejo extremo de jogar tudo para o alto. Mas, por que isso acontece?

É fato que os nossos cérebros são naturalmente dispostos a desistir facilmente. Como seres humanos, agimos pelo “princípio do prazer”, o que também é conhecido como “gratificação instantânea”.

A gratificação instantânea é o desejo de experimentar prazer ou satisfação nesse mesmo instante.

Enquanto obter benefícios imediatos era essencial para a sobrevivência no tempo das cavernas, quando a fome era indicativo de que precisávamos encontrar alimento, já não precisamos agir assim, porque isso acabou se tornando prejudicial.

Quando queremos tudo aqui e agora e não recebemos isso imediatamente, ficamos ansiosos e acabamos desistindo.

Sim, isso é comum, mas não quer dizer que esteja bem.

Você até pode estar desapontado ou cansado porque ainda não conseguiu realizar o que queria depois de incontáveis tentativas, mas você não deve desistir ainda.

Por que?

Reflita sobre estas razões:

Desistir faz você perder mais coisas do que imagina

O sucesso imediato é um mito. As pessoas bem sucedidas falharam centenas de vezes. Se elas optassem por desistir em vez de trabalharem mais para alcançar seus objetivos, nunca teriam alcançado o sucesso.

Veja o caso de Walt Disney. Ele foi demitido por um editor de jornal porque “lhe faltava imaginação e não tinha boas ideias”. Se ele desistisse naquele momento, jamais teria criado o negócio milionário que se tornou a Disney.

Vamos tomar o famoso jogador de futebol David Beckham como outro exemplo. Beckham passou por um momento difícil quando recebeu um cartão vermelho na partida da Copa do Mundo contra a Argentina em 1998. A equipe da Inglaterra não conseguiu chegar à próxima rodada e todos o odiaram e culparam por isso.

Se Beckham tivesse desistido de jogar futebol, não veríamos ele como o jogador bem-sucedido que lidera diferentes equipes. Ele jamais teria se tornado um dos jogadores mais lendários de toda a história do futebol.

Quer dizer que, se você desistir agora, não está apenas se deixando dominar pela sua frustração, como também está desistindo de tudo o que você poderia obter no futuro.

[RELACIONADO] Mestrado — quando desistir não é uma opção

Aposto que há inúmeras saídas para a sua situação. Veja algumas delas:

Lembre do quanto queria realizar o que está fazendo agora

No início, você tinha um objetivo em mente e, provavelmente, uma bela imagem da tarefa acabada.

Pense novamente no momento em que este projeto, objetivo ou conceito que você está desenvolvendo foi concebido. Lembre-se da alegria e da emoção da aventura à frente.

[RELACIONADO] Qual é o seu por que? Pare tudo o que você estiver fazendo para responder a essa questão

Comece a contemplar a razão pela qual você começou em primeiro lugar.

Então, respire profundamente e retome o seu propósito. Uma visualização do que deseja realizar pode ajudá-lo a avançar.

O que você prefere: a emoção da vitória ou a agonia da derrota?

Não sei você, mas eu penso que a sensação de desistir não deva ser nada agradável.

Olhe para o motivo pelo qual você quer desistir

Você está fisicamente cansado? Você foi consumido com outras tarefas e se perdeu no processo? Você sente pouco apoio? Faltam habilidades? Você se deparou com dificuldades com as quais não esteve preparado?

Talvez seja preciso dar um passo atrás para continuar à diante.

Photo by Sarah Cervantes on Unsplash

Há muitas razões pelas quais você possa querer desistir. Seja diligente em descobrir quais são os seus maiores desafios e enfrente-os.

Deixe-se orientar pelo seu plano

Antes de iniciar qualquer coisa, tenha um plano de ação delineado.

Existem várias maneiras de fazer isso. Uma delas é escrever uma lista de tarefas que devem ser concluídas ao longo do caminho.

Quando você sentir o desejo de desistir, olhe para o seu plano e reorientar-se nas etapas necessárias para alcançar o seu objetivo.

Se aquele plano já não faz sentido, não há nada de errado em desenhar um plano B para alcançar o mesmo resultado.

[RELACIONADO] O que eu aprendi com os meus erros do passado e como você pode aprender com os seus

Encontre suporte de outras pessoas

Em meio à um forte desejo de desistir, não se isole e nem esconda os seus sentimentos de frustração. Não tenha medo de buscar apoio dos outros.

Busque apoio da sua família, amigos, colegas de trabalho ou mesmo em fóruns online.

Não importa como você faça isso, encontre alguém com quem você possa conversar e se livrar do que está o arrastando para baixo e fazendo com que você queira desistir.

Photo by Joshua Ness on Unsplash

Há tantas pessoas lutando com sentimentos de dúvida, medo e frustração, assim como você. Encontrar outra pessoa que superou uma crise similar fortalecerá sua determinação e o ajudará a retomar o seu caminho.

Seja grato pelas coisas boas enquanto está lutando

Sim, perseguir um objetivo é difícil e você tem todo direito de sentir vontade de desistir. Eu sei que em meio às dificuldades pode parecer estranho dizer isso, mas seja grato.

Sempre que você sentir vontade de desistir, pare e faça uma lista das coisas que você deve agradecer em sua vida. Provavelmente, você terá várias razões para ser mais agradecido.

Quando você se torna grato, uma situação que parece avassaladora pode se tornar mais leve.

A maneira como você olha para as situações ao seu redor depende da atitude com a qual você as vê. Assuma uma atitude de gratidão e você ficará surpreso com a diferença que isso faz.

Comemore suas vitórias, por menores que pareçam

Você merece reconhecer todas as vitórias que obteve ao longo do seu caminho. Em vez de se sentir frustrado com ao que você deixou de fazer, tome nota sobre as suas realizações, não importa quão pequenas elas aparentam ser.

Photo by Ian Schneider on Unsplash

Ao celebrar o seu progresso, você renovará a sua energia para terminar o que está fazendo. Isso irá mantê-lo motivado para enfrentar os desafios até a sua linha de chegada.

Por fim, reflita sobre estas expressões:

“O especialista em qualquer coisa já foi iniciante um dia.”

“Todos devem escolher uma das duas dores: a dor da disciplina ou a dor do arrependimento.”

“Não abandone o que você mais deseja na vida por algo que você quer agora.”

“Falhar é aceitável. Cair é aceitável. A dor é aceitável. Desistir jamais.”

um comentário

Deixe um comentário