Mais liberdade

Como mudar a sua mentalidade sobre o dinheiro — e tornar-se rico

Você já ouviu falar sobre o princípio de Pareto? É a regra dos 80/20, que diz que 80% dos efeitos vêm de 20% das causas. Parece simples, não é? Se aplicarmos isso ao dinheiro e à geração de renda, podemos dizer que 80% do dinheiro do mundo está com 20% da população.

Assim, a alta sociedade consome a um enorme pedaço de um bolo metafórico, deixando o restante da população lutando por uma pequena fatia, simplesmente porque os mais ricos conseguiram tudo por sorte e se aproveitando das pessoas mais pobres — você poderia dizer.

Bem, se é nisso que você acredita, não é de admirar que você esteja apenas destinado a lutar por uma minúscula fatia.

No entanto, a realidade não se baseia nas suas crenças, mas na sua atitude.

O que quero dizer com isso é que, se você sempre se queixa de como as pessoas ricas apenas enriquecem explorando os outros, você implica que, para ser rico, você teria que explorar alguém. Você não faria isso e, portanto, você não vai ficar rico.

Você entende o que eu quero dizer?

Há uma diferença na forma como as pessoas pobres e as pessoas ricas percebem o dinheiro, e é por isso que algumas pessoas nunca enriquecem em suas vidas.

Eu costumava ser da mesma maneira e arrisco dizer que a maioria de vocês também.

Enquanto crescíamos, a mídia e a sociedade nos ensinava que o dinheiro é ruim — ele faz de você um bastardo mimado e faz você machucar outras pessoas para que possa ser bem-sucedido. Quem nunca ouviu isso antes?

O problema é que essa não é a verdade.

Não importa se o que ouvimos é verdadeiro ou não. O que importa é se acreditamos nisso.

Se você associar dinheiro com algo negativo, você sempre vai se esquivar subconscientemente de oportunidades de fazer mais dinheiro, mesmo se você estiver tentando conscientemente tornar-se rico.

Há um ótimo livro chamado “The Magic of Thinking Big“, de David Schwartz, que fala sobre como acreditar em suas habilidades para avançar na vida. Em um trecho, eu encontrei essa frase:

“Pense que você é fraco, que falta o que é preciso, que você vai perder, que você é de segunda classe — pense assim e esteja condenado à mediocridade.” 

Por que então não acreditamos que o dinheiro é algo que merecemos e que podemos nos tornar ricos trabalhando duro?

Eu percebo que a maioria das pessoas se concentra em uma desculpa: elas não tem ideia do que fazer com tudo isso depois.

Uma dica?

Contribuir.

Pessoas ricas acreditam que merecem ser ricas, porque então elas podem contribuir de alguma maneira com a sociedade. As pessoas pobres pensam que o dinheiro faz você fazer coisas ruins, então talvez seja melhor continuar sendo pobre.

Pessoas ricas pensam positivamente. Elas se perguntam “o que acontece se eu correr esse risco e ganhar dinheiro?” Por outro lado, as pessoas pobres pensam “o que acontece se eu correr esse risco e perder tudo?”

As pessoas ricas sabem que podem construir o seu próprio destino. As pessoas pobres acreditam que recebem um certo número e estarão presas a isso pelo resto de suas vidas.

Algo disso soa familiar?

Ótimo. Quer dizer que temos uma resposta:

Para mudar a mentalidade sobre o dinheiro, você precisa reconhecer que a SUA mentalidade pode estar equivocada

Agora que você reconhece qual é a atitude errada sobre o dinheiro, a próxima coisa que você deve fazer é dar um passo atrás e perceber quais foram os seus próprios pensamentos sobre o dinheiro.

Enquanto fizer isso, saiba que os seus pensamentos moldam as suas crenças. As suas crenças, por sua vez, moldam as suas ações. Finalmente, as suas ações acabam moldando a sua realidade.

Quer dizer que você precisa trabalhar na maneira como pensa sobre o dinheiro para então mudar a sua atitude.

Então, da próxima vez que você vê histórias de sucesso de alguém, lembre-se de que, na maioria das vezes, essa pessoa pode ter despejado uma boa quantidade de lágrimas, suor e sangue para chegar onde está.

Não é porque ela é uma pessoa ruim, nem mesmo porque teve sorte. Essa pessoa foi capaz de determinar a própria sorte, mudando a atitude dela e trabalhando duro. Lembre-se disso.

Logo, tente mergulhar em seu subconsiente. Você deve reprogramar o seu cérebro para acreditar que você merece.

Eu gosto de dizer em voz alta afirmações relativas ao dinheiro antes de ir dormir, para me colocar em uma mentalidade positiva. Um exemplos dessas afirmações é esse: “eu vejo abundância em todos os lugares”.

Você pode pensar que isso é estúpido, mas isso funciona porque nos faz sentir-nos mais confiantes.

Feito isso, reconheça que você não precisa de tanto dinheiro quanto pensa que precisa — aprenda a mudar a sua atitude

A diferença entre pessoas pobres e ricas é que os pobres pensam que precisam de muito dinheiro, enquanto os ricos sabem exatamente do que precisam.

O desejo de mais dinheiro implica uma falta. Se você se concentrar na falta, você sempre estará enfocado em suas perdas, em vez de saber que parte disso pode ter sido investimentos e então você se torna mais mesquinho e ignora qualquer ajuda para quem realmente precisa de mais do que você.

Não estou dizendo que você deva doar a maior parte dos seus ganhos para uma instituição de caridade ou para a igreja, mas estou sugerindo que, talvez, você possa aprender a viver com menos, enquanto constroi a sua liberdade financeira.

[RELACIONADO] Se você acha que está gastando demais, evite essas armadilhas diárias

Tome o conselho de um investidor financeiro confiável e veja quais são as melhores opções.

Simples assim! Agora, você está a caminho de ser uma pessoa mais rica.

Pare de se preocupar que o dinheiro fará de você uma pessoa egoísta. Pare de pensar que a vida se baseia apenas em falta e sofrimento porque você acha que não tem dinheiro suficiente.

Ouse pensar que você merece uma fatia maior do bolo e então trabalhe de forma inteligente para merecer.

Você reconhece que pode mudar a sua mentalidade sobre o dinheiro? Comente sobre como isso poderia ser feito logo abaixo!

Deixe um comentário