Mais vida familiar

Geração Alpha — o que millennials deveriam saber sobre seus filhos

Os membros da geração Alpha — indivíduos que nasceram logo depois da geração Z — têm apenas de zero a sete anos de idade hoje. Claramente, eles contam com pouco ou absolutamente nenhum poder de compra. Mas, eles logo assumirão o mundo — porque isso é o que as gerações mais novas costumam se propor a fazer.

Como forma de tentar compreender o que outros millennials deveriam ter bem claro sobre esta geração, eu passei milhares de horas observando a um membro da geração Alpha e fiz uma pesquisa etnográfica minuciosa sobre seus pares em parquinhos, encontros familiares e outras atividades direcionadas a esse grupo de idade.

Aqui, pela primeira vez, estou publicando insights críticos sobre esta geração:

1. Eles odeiam a economia de compartilhamento

Qualquer indivíduo que você conheça da geração Alpha provavelmente será decididamente anti compartilhamento.

De fato, as minhas pesquisas etnográficas revelaram que nenhum membro dessa geração quer compartilhar nada.

Essa é uma boa notícia para os comerciantes: a propriedade está de volta.

Os adultos, em um futuro breve, voltarão a comprar suas próprias posses, enquanto deixarão alternativas de aluguel ou compartilhamento, como o Uber e o Airbnb, para aqueles entre nós que ainda preferem essa opção.

Os mais verbais entre esta geração podem nem mesmo dizer a palavra “compartilhar”, mas é provável que gritem de forma pronunciada algo como “meu!” e “tudo meu!”

[RELACIONADO] O que uma criança realmente precisa para ser feliz

2. Eles são móveis, exceto quando não podem se mover

Durante as minhas continuas e introspectivas análises sobre a geração Alpha, eu comprovei o quanto essa geração preza pela mobilidade. Eles não podem permanecer por mais de cinco minutos em um mesmo local, sem correr para qualquer lado em busca de uma atividade mais engajadora.

Agora, particularmente os indivíduos de zero a seis meses entre a mesma geração tendem a não ser móveis. Eles simplesmente se sentam ou deitam, onde quer que estejam.

3. Não se preocupam com a privacidade

Isso é exemplificado pelo seu estranho hábito de tirar suas roupas, ou pelo menos uma única meia, não importa onde e com quem estejam.

O surgimento do exibicionismo extremo.

Talvez tenhamos alguma influência sobre isso como pais, com base nas tendências narcisistas que uma porção entre a nossa geração acabou desenvolvendo.

O resultado não poderia ser diferente: exibicionismo extremo.

4. Eles não praticam as regras

Quer jogar xadrez com a geração Alpha? Esqueça — eles comerão a sua torre.

Quer que eles desenhem dentro das linhas? Desista — eles vão quebrar o seu lápis.

Quer que eles esperem que você termine uma atividade antes de carregar o vídeo preferido deles no Youtube? Jamais — eles subirão na sua mesa, tirarão suas fraldas e farão pipi por todos os seus papéis, até que você aceite que eles são os que estão no controle agora.

5. Eles se libertam de quaisquer limites

Apenas tente restringí-los e você verá o quanto poder eles têm sobre você. Se você está colocando-os em uma cadeira para almoçar ou em um assento de carro, prepare os seus ouvidos para ouvir claramente o que eles tem a “dizer”.

6. Toda a gordura e lácteos estão de volta

Esqueça o leite desnatado ou deslactosado.

Com indivíduos da geração Alpha compartilhando as mesmas refeições que você, eles logo te dirão sobre o que aprenderam recentemente sobre a importância do consumo de gorduras.

Eles querem seus lácteos na versão real e fresca, com muitos preferindo beber leite materno diretamente da fonte.

Esta tendência foi documentada em observações e comentários vindos de outras mães millennials ao redor do mundo.

Eles dão preferência por alimentos frescos.

7. Os carboidratos também estão de volta

Mas vale notar: crackers são enormes, os cookies passam bem. Massas, arroz, cereais e bolachas fortificadas são todos prediletos. Muitos são praticamente viciados em macarrão e queijo.

Embora eu ainda nao tenha reconhecido a razão para essas preferencias alimentares, tenho que reconhecer que uma dieta sem glúten é ainda mais difícil de ser mantida.

8. Eles evitam a religião organizada

Ao participar de qualquer tipo de adoração formalizada, os indivíduos da geração Alpha se inclinam a gritar tão alto que devem ser levados para fora ou, ao contrário, vão dormir através de uma missa inteira.

Se tais tendências ateístas seguirem na idade adulta, isso poderia sucumbir drasticamente qualquer forma de religião, tal como conhecemos hoje.

9. Eles estão reinventando “wearables”

A geração Alpha prefere “wearables” de baixa tecnologia.

Aparentemente, todos nesta acima dos seis meses de idade tendem a usar qualquer tipo de alimentos em cada parte de seu corpo, sempre que tentam comer.

Além disso, eles adoram usar adesivos, marcadores de texto, maquiagem, sapatos e joias de seus pais, ou outros acessórios que normalmente não são vistos nas pistas da fashion week.

Uma nova definição para "wearables"

[RELACIONADO] Na criação dos filhos, menos é mais

10. Eles descobriram algo melhor do que as telas sensíveis ao toque

Nós millennials ficaríamos apaixonados por telas sensíveis ao toque. A geração Alpha, por outro lado tenta operar dispositivos através do seu senso de gosto, ou o que chamaríamos de telas com sensores de sabor!

Eles vão lamber ou tentar ingerir com todas e quaisquer tecnologias, incluindo dispositivos analógicos, como livros.

Infelizmente, os fabricantes de produtos ainda não equiparam seus produtos com sensores de sabor para apelar às preferências alfabéticas, então isso apresenta uma oportunidade de mercado.

11. Eles deixam de assistir compulsivamente para assistir repetidamente

Você passou todo o fim de semana assistindo a última temporada de “Game of Thrones” porque você não podia esperar para ver o que aconteceria no final?

Então, você claramente não faz parte da geração Alpha.

Em vez disso, os indivíduos mais velhos da mais nova geração que demonstram suas preferências de mídia querem experimentar a última coisa que eles assistiram, repetidamente.

O mesmo comportamento se aplica à música.

Não importa o quanto você ame o “Hello” de Adele, tocar a mesma música 500 vezes seguidas é o tipo de tortura que os militares infligiriam. Mas, a nova geração inflige esse castigo aos seus cuidadores todos os dias.

12. Eles vivem no momento

Eles têm pouco sentido do passado e nenhum conceito do futuro. Eles querem tudo agora.

Adeus FOMO — o medo de ficar por fora! Bem-vindo, NOTOMO — porque não existe amanhã!.

[RELACIONADO] Em que ponto fomos contagiados pelo FOMO — o medo de ficar por fora

13. Eles estão constantemente mudando

É difícil segmentar a nova geração, tendo em vista as diferenças entre seus indivíduos. O que é pior é que eles estão mudando o tempo todo. Quando eu terminar de compartilhar este artigo, eles estarão exibindo novos comportamentos.

Isso é tão assustador que algumas marcas planejam aguardar duas décadas até tentar atingir a geração Alpha.

Pode parecer extremo, mas se eu pudesse deixar uma recomendação adicional aqui para aqueles entre vocês que discordam do que eu digo e seguem tentando vender algum produto para a nova geração, eu diria:

Passe mais tempo com eles e você verá que eu tenho razão. Ou, então, compartilhe nos comentários, que outras diferenças relevantes você percebe na mais nova geração.

2 comentários

Deixe um comentário