Mais vida familiar

Mulheres com medo de um compromisso sério — este artigo é para vocês

Com anéis de noivado aparecendo a todo momento nas linhas do tempo das mídias sociais e mais votos de casamento sendo trocados todos os meses, o estigma de longa data de que os homens têm medo do compromisso parece ter ficado no passado. Enquanto isso, parece que é a vez das mulheres terem medo de se comprometer. Por que isso está acontecendo?

[RELACIONADO] Por que dizer “sim” a um compromisso sério nunca foi tão difícil?

Enquanto eu olho para a minha própria decisão de casamento, eu reconheço que sou um caso à parte. Mais mulheres estão relutantes a dizer “sim” e elas têm os seus motivos, que, muitas vezes, são movidos pelo medo de comprometerem-se.

Partindo deste ponto, é hora de parar de estereotipar os compromissos e considerar como um relacionamento sério poderia ser o que realmente necessitamos neste momento de nossas vidas.

Por que preferimos continuar solteiras

Photo by Molly Porter on Unsplash

Como alguém que passou os primeiros 20 anos da vida pensando que jamais iria comprometer-se com alguém neste nível, eu tenho propriedade para falar que eu entendo os motivos de quem deseja permanecer solteira.

Em primeiro lugar, é muito mais fácil planejar uma vida a longo prazo considerando apenas a responsabilidade de lidar com alguns movimentos de carreira, as contas atreladas a um estilo de vida simples em um apartamento pequeno de uma cidade qualquer, além dos cuidados que requerem um par de gatos.

Quando se trata de se incluir um casamento nesta lista, as coisas podem ficar realmente mais complicadas.

Trata-se de considerar, primeiro, que as suas escolhas não serão apenas feitas por você. Você terá que lidar com os temperamentos de alguém com uma personalidade diferente da sua e com as manias de alguém que não foi criado da mesma maneira que os seus pais a criaram.

Além disso, surge a possibilidade de que esta pessoa deseje ter filhos, e se esse novo compromisso também não estiver em seus planos, as coisas podem ficar extremamente difíceis de lidar.

Imagine ter que levantar nas noites para amamentar um recém nascido e levantar às 5:00 da manhã porque o seu filho de dois anos demanda a sua atenção e de ninguém mais. Adicione a isso manter a carreira que você tinha planejado para si.

Honestamente, eu reconheço que um relacionamento sério com alguém não é fácil. É preciso abrir mão de muitas coisas que antes poderiam ser prioridade para você.

Quando vale a pena comprometer-se

Photo by Kaitlyn Baker on Unsplash

É comum sentir dores, sofrer e seguir em frente com o coração partido, porque você sabe que o tempo não volta mais para que outras escolhas possam ser feitas. Mas, quer saber? Tudo isso pode valer a pena.

Quando você é capaz de encontrar uma pessoa para dividir as suas mais profundas aspirações, um casamento fica menos difícil.

Juntos, vocês serão capazes de planejar tudo, desde quem arruma a cama a cada dia, até em qual destino vocês desejam passar os últimos anos de suas vidas — se é que o relacionamento vá perdurar até então.

É por isso que você não precisa ter medo de um casamento.

Como tudo na vida, esse compromisso não será perfeito, nem implacável, muito menos eterno.

Claro, é provável que com amor, respeito e dedicação mútua suficientes vocês podem permanecer juntos até “que a morte os separe”. Mas, não é disso que eu estou falando aqui.

O que eu estou falando é que é natural sentir medo, desde que isso não a paralize. Você precisa de um medo saudável sobre o casamento, assim como você precisa de um medo saudável para entrar no oceano.

A princípio, você não terá certeza de como lidar com o fluxo das ondas violentas. Pode até ser emocionante e energizante estar em um ambiente assim, mas também pode ser aterrorizador. Você aprenderá a lidar com o medo na medida que aprender a nadar e mergulhar em cada onda.

O que esperar da vida depois do “sim”

Photo by Hoach Le Dinh on Unsplash

[RELACIONADO] 6 maneiras em que a vida de casados é diferente do que nos dizem que seria

Enquanto seguimos temendo o casamento ou tentando adiar esse compromisso para mais tarde, é difícil imaginar como poderia ser a vida depois do “sim”.

O medo também nos distancia de nossos amigos que estão em algum relacionamento, porque pensamos que eles já não têm uma vida fora do casulo do casamento. ​​

Talvez, o que precisamos seja nos aproximar destes amigos, tanto quanto desejamos nos reunir com outras amigas solteiras para discutir as nossas inseguranças sobre qualquer relacionamento.

Ou, podemos observar casais bem-sucedidos que ainda apreciam um jantar romântico e desfrutam do dia a dia da união.

Como esses exemplos estão se tornando mais escassos, pessoalmente, eu estou buscando construir a minha própria história romântica com o meu esposo. Como você ou eu já poderíamos imaginar, isso não está sendo fácil.

Pelas mesmas razões que o oceano parece assustador, o medo de mergulhar nas ondas do meu casamento vem de não saber exatamente como fazer isso.

Eu não sei como lidar com as repetidas vezes em que eu me frustro com o comportamento do meu parceiro. Eu não sei como lidar com o meu próprio comportamento de frustração.

Eu sei pouco, muito pouco, sobre como fazer um relacionamento perdurar. Mas, o que eu sei é que é preciso muita tolerância, paciência e diálogos.

Se você é como eu, é bom confessar essas inseguranças a um profissional. Podemos precisar de uma balsa salva-vidas, mesmo antes de mergulhar e nos perder em uma nova onda. Esse poderia ser um mentor, um terapeuta profissional, uma classe de comunicação ou a coragem de ser honesta para si mesma.

Acima de tudo, tenha essa coragem. Isso permitirá que você descubra o quão longe pode chegar.

De repente, você pode ser muito mais feliz com alguém do que poderia imaginar que fosse sozinha. Ninguém saberá até que você tente. E você apenas saberá se for capaz de ultrapassar o seu medo.

Se você ainda não está envolvida em um compromisso sério, o medo faz parte das suas razões? De que forma você poderia lidar com isso? Deixe a sua opinião nos comentários abaixo.

Deixe um comentário