Mais contribuição

O começo e a minha missão

Como uma jovem millennial apaixonada pela melhoria, eu me encontrei vivendo em um mundo onde a vida depois da faculdade era considerada desgastante e deprimente. Aparentemente, ninguém, incluindo os meus amigos mais próximos e a minha família, se sentia preparado para realizar qualquer coisa a favor de melhorar a si mesmo. Todos pareciam sofrer pelo medo dos julgamentos e por uma tremenda ansiedade sobre o futuro.

Então, eu tive que encontrar a inspiração em outro lugar.

Eu busquei em livros, artigos, blogs e podcasts, e depois de algum tempo estudando sobre desenvolvimento pessoal, eu me senti familiarizada com os hábitos de vida de profissionais “bem-sucedidos”, empreendedores realizados, pais e mães contentes e outras pessoas incríveis. O que todos eles tinham em comum?

Eles fazem parte da nossa geração. Uma geração que cresceu junto com o ápice da internet. Um grupo de indivíduos que passou a ser considerado “intitulado”, “narcisista” e até “preguiçoso, em razão das facilidades que nos foram dadas graças ao desenvolvimento de novas tecnologias e de novas oportunidades no mercado de trabalho. No entanto, como eu já havia estudado e compreendido, estes esteriotipos eram tanto injustos quanto desnecessários e eu sentir que deveria provar isso para o mundo.

Com essa bagagem, eu comecei a minha caminhada para realizar o meu propósito.

A criação deste blog é o meu primeiro destino.

Quem sou eu 

Honestamente, eu sou apenas mais uma millennial que deseja realizar muitas coisas.

Eu sou uma jovem com algumas experiências profissionais aqui e ali. Sou uma estudante recém-formada em uma pós-graduação de gestão de negócios, estudos que eu provavelmente uso apenas 1% no que eu faço hoje. Mas, sobretudo, eu sou uma millennial insatisfeita com o que a sociedade espera de mim e, por isso, eu acordo todos os dias para transformar essa mentalidade, começando por mim mesma.

Você pode me chamar de intitulada ou dizer que eu estou sem rumo (assim como milhares de outros millennials que lançam seus próprios blogs a cada dia). Mas eu estou criando o meu próprio caminho, e desejo poder inspirar alguém nesta trajetória (honestamente, espero que você seja parte disso).

A minha missão

A minha missão espelhada neste blog está em mostrar que qualquer pessoa disposta a trabalhar duro e persistir pode realizar tudo o que quiser em sua vida. Eu quero fazer isso sendo capaz de aplicar a minha paixão pela melhoria e a minha forte crença de que qualquer um pode realizar tudo o que estiver disposto a enfrentar.

Eu sei que isso pode levar tempo e, como eu mencionei anteriormente, requer trabalho duro e persistência. Mas, eu sinto que essa busca é a melhor coisa que eu poderia fazer na minha vida.

Essa é a versão curta da minha razão para começar a escrever neste blog e da missão desse blog em si.

A página comece aqui oferece mais detalhes sobre a minha maneira de pensar e sobre as coisas que eu estou fazendo na minha vida.

Vem comigo?

5 comments

  1. Parabéns pela iniciativa do blog Thaís, e parabéns pela sua trajetória também, ela é inspiradora, ainda mais pra mim que sou seu ¨vizinho de interior do interior¨. um grande abraço!

  2. Thaís, você é uma dessas pessoas que deixam algo de muito valioso na vida daqueles que têm a sorte de te encontrar. Você me conhece e sabe que nossos pensamentos são muito parecidos. Eu também busco estar sempre aperfeiçoando aquilo que posso aperfeiçoar em mim… e tenho, como você, uma forte crença de que cada um de nós pode ser e fazer o que quiser na vida quando se dispõe a “pagar o preço” que a própria vida “cobra”. Seguirei você neste seu novo blog. Não pare jamais. Os outros blogs, aqueles que “morreram”, na verdade não morreram… eles são etapas do processo que você está vivendo… vejo que você não desistiu. Desistir é se deixar morrer. Por isso afirmo que Não Morreu! Transformou-se… ampliou-se e amadureceu… exatamente como a Natureza ensina. Como você já sabe, meu livro ficará pronto dentro dos próximos dias e, depois de ler este seu novo artigo, percebi que será muito bom você lê-lo… temos mais em comum do que parece…e obrigada por compartilhar suas experiências e pensamentos. Te adoro. Fique firme aí!

    1. Márcia,

      Me alegra saber que faltam apenas alguns dias pro seu livro “nascer”. 🤗 Eu acredito que vou aprender muito com o seu livro e também em acompanhar o seu trabalho.

      Muito obrigada pelo carinho e nos vemos por aqui!

      Thaís

Deixe um comentário