Mais vida familiar

Papai Noel não existe — como dizer isso a seu filhos o quanto antes

Enquanto faltam poucos dias para o Natal, milhares de crianças ao redor do mundo esperam por incansáveis horas em uma fila, apenas para abraçar um velho barbudo vestido de vermelho e branco, ou, então, elas escrevem cartas depositando todas as suas esperanças para quem chamam carinhosamente de “Querido Papai Noel”.

Essa mesma tradição se repetiu por séculos e continua sendo bem-sucedida em muitos lares.

Mas, você já parou para pensar que perpetuar o mito do Papai Noel pode apenas contribuir para que os seus filhos percebam que você não passa de um mentiroso?

Enquanto você pensa que mentir sobre o “bom velhinho” não vai causar nenhum dano, eu trago aqui alguns argumentos para provar o contrário.

Primeiro, saiba que você está configurando seu filho para uma decepção inevitável quando ele descobrir a verdade

Se você cresceu ouvindo a mesma mentira, provavelmente ainda se lembra do momento devastador em que você descobriu que o Papai Noel não passava de uma farsa. A decepção pode ter sido tão grande que você até pode lembrar-se de onde estava e do que estava fazendo quando soube dessa triste verdade.

Para muitas pessoas, depois desta descoberta, o Natal jamais passou a ter a mesma magia.

Photo by Bruno Martins on Unsplash

Saiba que as crianças têm uma tendência em assumir que os adultos só falam a verdade. Mas, após certo tempo, a confiança de um filho em seu pai ou mãe pode ser contaminada.

Em outras palavras, mesmo que você consiga perpetuar o mito do Papai Noel, eventualmente, as crianças descobrirão que você mentiu por vários anos de maneira descarada e consistente.

As crianças também podem acabar descobrindo por um terceiro, o que poderá ser ainda mais frustrante.

Como a mito do Papai Noel afeta as crianças

Um pequeno estudo do MIT com crianças de seis e sete anos descobriu que quando um cuidador omite a verdade, isso pode fazer com que as crianças suspendam sua confiança ou suspeitem de qualquer outra coisa que aquela figura da autoridade diz no futuro.

Outro experimento da Universidade da Califórnia descobriu que, quando as crianças de cinco a sete anos estão mentindo, elas são mais propensas a trapacear e mentir de volta.

Então, se os adultos estiveram mentindo sobre o Papai Noel, mesmo que isso tenha sido bem intencionado, tudo o mais que eles disserem será visto com desconfiança, além de que as crianças passarão a questionar tudo a respeito do que ouviram dos mesmos adultos. “Se Papai Noel não existe, é verdade que os meus pais me amam?” “É verdade que eles vão me proteger?”

Reconheça que você pode ter sido enganado também

Além de colecionar chocolates e brinquedos deixadas pelo Papai Noel na noite anterior ao Natal, os adultos também costumam manter uma nostálgica sensação de magia que vem com a perpetuação da mentira sobre o Papai Noel.

Falar de Papai Noel para seus filhos deixa os pais escaparem brevemente para um lugar onde tudo é fantasia, onde o uso da imaginação foi encorajado e nutrido.

jennifer-pallian-173714.jpg

Parece que, ao retornar a um mundo de fantasia, há uma saudosa lembrança da infância, o que pode ter sido uma experiência mágica para você — um momento em que a imaginação foi aceita e encorajada, mas que se perdeu na idade adulta.

A recreação autoconsciente do mito parece ser tão popular em razão disso.

[RELACIONADO] Como lidar com a nostalgia que sentimos no fim de ano

Poderia ser o caso de que a dureza da vida real exige a criação de algo melhor, algo para acreditar, algo para se esperar sobre o futuro ou para retornar a uma infância perdida há muito tempo.

No entanto, tenha isso em mente:

Qualquer mentira é prejudicial, ainda que seja difícil acreditar nisso

A ideia de Papai Noel motiva as crianças a se comportarem bem, porque geralmente segue com a promessa de um presente no Natal. Talvez seja por isso que poucos pais estejam convencidos de que a mentira sobre o Papai Noel pode prejudicar os seus filhos — ou mesmo que essa se qualifica como uma mentira.

Muitas pessoas acreditam que o Papai Noel não é uma mentira, é mais como uma boa brincadeira. No entanto, os cientistas estão começando a entender o efeito que as mentiras de um pai têm sobre as crianças e estão perto de entender o que os efeitos psicológicos de uma mentira qualquer sobre pequenas mentes em desenvolvimento.

Então, como pais conscientes sobre os danos dessa farsa devem falar sobre o Papai Noel a seus filhos?

Eu tenho uma sugestão.

Photo by Mike Arney on Unsplash

Se neste ponto você estiver convencido a falar sobre os seus filhos sobre o Papai Noel, eu sugiro fazer o mesmo que eu pretendo fazer para a minha própria filha:

Uma resposta para a carta ao “bom velhinho”

Eu revelaria a verdade para a minha própria usando algo nessa linha:

Querida Isabella,

Obrigada pela sua carta. 

Eu percebi que você adoraria ter uma resposta do Papai Noel desde a primeira vez que você o viu em sua vida, mas eu tive que pensar cuidadosamente sobre como te dizer isto:

Eu não sou Papai Noel. Papai Noel não existe.

Eu sou quem escolho e embrulho os presentes que você encontra debaixo da árvore. Eu faço isso da mesma forma que a minha mãe fazia para mim, da mesma forma que a mãe dela provavelmente fazia para ela (sim, papai também está envolvido em tudo isso).

Talvez algum dia você fará isso para os seus filhos e você vai adorar vê-los correr na manhã de Natal para receber os seus presentes. Você vai adorar vê-los sentar-se debaixo da árvore, com seus pequenos rostos iluminados pelas luzes natalinas.

No entanto, nada disso fará de você o Papai Noel.

A sua capacidade para realizar esse trabalho será grandiosa. Ao longo da sua vida, você precisará dessa capacidade para acreditar em você mesma, em seus amigos, em seus talentos e em sua família.

Você também precisará acreditar em coisas que não podem ser medidas. Estou falando do amor, esse poder que irá iluminar a sua vida de dentro para fora, mesmo durante momentos escuros e difíceis.

Com corações cheios de amor, pessoas comuns, como eu e o seu papai, trabalham para que você esteja alegre neste dia, assim como em todos os demais.

Eu não sou Papai Noel, mas eu quero te dar amor e ajudar a manter a magia, esperança e felicidade em seu coração.

Eu te amo e sempre te amarei — nisso você pode acreditar!

Com os melhores votos de Feliz Natal,

Mamãe

Como você diria a verdade sobre o Papai Noel a seus filhos? Comente logo abaixo!

Deixe um comentário